1 de dezembro de 2009

Marcha pelo um Ideal a PAZ! !

Um comentário:

ROBERTO BRANDÃO disse...

CONFIGURAÇOES BASICAS E FINAIS.
O sistema de segurança pública, de nosso país, precisa passar por grandes mudanças, para atender as novas exigências sociais, direcionando suas ações em conformidade com as novas idéias e metodologias, atreladas ao respeito dos Direitos Humanos. Entretanto, não podemos viver de ilusão e acharmos que as transformações ocorrerão facilmente, visto que as políticas públicas começam a acenar para as questões referentes aos Direitos Humanos.
Devemos ter em mente que discursos e teorias não se consolidam se não tivermos organismos sérios e eficazes que coloquem em prática as políticas desenvolvidas. Por isso, temos que pensar seriamente como poderemos transformar uma situação historicamente construída se as novas ações, ainda não se preocuparam em olhar para fatos que estão na origem do problema. Como poderemos falar de um sistema policial respeitador dos Direitos Humanos e da cidadania se o contexto profissional do policial, ainda se encontra repleto de ações que desrespeitam seus direitos e garantias fundamentais, e que negam sua dignidade humana. Dificilmente esse mesmo policial não atuará em desrespeito aos direitos de cidadania, pois o modelo que lhe é proposto e vivenciado em seu dia-a-dia fala mais alto do que as teorias e falácias políticas, e refletirá de alguma forma, no exercício de suas funções.
Somente teremos a oportunidade de conhecermos e vivenciarmos uma polícia cidadã, quando a cidadania do policial for respeitada. Se queremos uma polícia verdadeiramente cidadã, precisamos reconhecer que o primeiro passo para alcançarmos tal objetivo reside no fato de proporcionarmos ações transformadoras que elevem a auto-estima do policial e sua consciência, em relação aos conceitos definidores dos Direitos Humanos, transformando a antiga mentalidade imposta e reproduzida no sistema policial e proporcionando meios que elevem a própria cidadania do policial.




REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS
AGUIAR, Roberto A. R. Trinta afirmações para uma segurança pública democrática e efetiva. IN: Polícia, um desafio da democracia brasileira. MARIANO, Benedito Domingos e FREITAS, Isabel (orgs.). Rio Grande do Sul/ Porto Alegre: Corag, 2002, pp.
BALESTRERI, Ricardo Brisola. Direitos Humanos: Coisa de Polícia. Passo Fundo-RS: CAPEC, Paster Editora, 1998.