12 de agosto de 2010

Mercado de Trabalho no Futuro(você é quem faz a diferença)


Mercado de Trabalho no Futuro
Como é gostoso repartir a culpa!
Podemo afirmar que “Falta de tempo” seria o termo popular para falta de auto-disciplina. Porém fica mais suave rotulá-lo assim, de forma popular, pois dá uma impressão de que não chegamos no objetivos por motivos de forças maiores, que fogem ao nosso controle, e assim sentimo-nos menos culpados por nossos fracassos.
Auto-disciplina é a chave para o sucesso. Pense nos grandes empresários, esportistas, músicos, cantores, performistas que alcançaram sucesso e conheça um pouco de suas histórias. Verá que houve muito comprometimento ao longo dos anos, horas a fio de treino físico e mental para que se atingisse a excelência e ao mesmo tempo abdicação de muitas coisas menos importantes.
Temos a tendência de analisar somente o produto acabado, o cidadão realizado, bem sucedido e suspiramos (como se não soubéssemos o verdadeiro motivo): “Ah, como ele é um cara de sorte…”.
O slogan “Potência não é nada sem controle“, divulgado nas propagandas da PIRELLI, se encaixa bem nesta reflexão que estamos fazendo. Ter habilidades natas nos confere um pouco de vantagem sobre a concorrência, mas acaba aí se não pudermos agregar a isto uma boa dose de controle, ou seja, auto-disciplina para seu aperfeiçoamento.
É impossível desvincular o sucesso pessoal e profissional da auto-disciplina. E o que seria auto-disciplina senão direcionar sua força, tempo, habilidades de forma contínua e controlada para aquilo (objetivos pessoais e profissionais) que você determinou como prioritário em sua vida?
As pessoas comuns agem assim, o mundo tem que estar muito perfeito para que se dediquem a determinada tarefa. Quer emagrecer mas não vai à academia porque está frio, não vai fazer regime porque está de férias…Para tudo temos um porque convincente para nós mesmos e assim continuamos na média, medíocres.
Construir uma auto-disciplina requer vontade acima de tudo e muita dedicação. Vai aqui 3 dicas para você refletir que podem auxiliá-lo nesse processo de reconstrução.
• Analise suas atitudes diárias, se batem com seus objetivos pessoais e profissionais a médio e longo prazo;
• Redefina, ou suas atitudes, ou seus objetivos, para que andem em harmonia;
• Não espere para fazer essa reflexão somente na virada do ano, faça regularmente e corrija a rota se for o caso
Os momentos de prática de auto-disciplina hoje vão determinar o curso de nossas carreiras e vidas nos próximos anos, e o que somos hoje (ou deixamos de ser) é o puro resultado de anos passados. Ainda com relação a pesquisa do SEBRAE, os cursos a distância são um grande teste de auto-disciplina para qualquer um. Conseguir concluir um curso a distância sem professor no pé, ter que fazer seu próprio horário, é mais difícil do que você pode imaginar, e o grande obstáculo não poderia ser outro.
Respondendo a pergunta do artigo, parece que a auto-disciplina é a linha divisória que separa os bem sucedidos, notáveis, das pessoas comuns.
Tenho procurado aproveitar o tempo ocioso entre o transporte até o trabalho para fazer esse tipo de análise e tenho visto algumas incoerências em minhas atitudes com relação aos meus objetivos pessoais e profissionais e estou redefinindo algumas atitudes e enfrentando algumas desculpas. E você, já fez uma análise introspectiva desse tipo? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

3 comentários:

Ana Cavalcantti disse...

Oiiiii !!!!!!!!!!!!
Nossa adorei o vídeo estou roubando agora mesmo rs ...achei muito boa essa nova versão rs
Tens razão em todos os pontos que abordou ...
A parte que falas que temos mania de ver o produto acabado eu já não me encaixo mais, acho que por já ter passado por "algumas situações", tudo que analiso logo penso nos bastiodres que aquilo teve ...tenho noçao de quanto é duro se dedicar horas, dias e anos para uma coisa "acontecer".
Já a sua última pergunta ! Tenho pensado bastante nesses últimos tempos sobre isso ...e eu assumo rs...tenho que redefinir algumas desculpas e atitudes sim....
Eu faço uma caminhada na praia todos os dias e nessa hora eu paro pra pensar em tudo que está acontecendo e já tinha me dado conta disso...só não tinha "reagido" rs
Que bom que eu agora eu tive mais um empurrãozinho rs !

Obs.: O vídeo eu estou levando para o Manual Nosso com seus devidos créditos rs ..Beijooosss

ROBERTO BRANDÃO disse...

TODOS OS ARTIGOS QUE TENHO NO MEU BLOG SÃO PARA COMPARTILHAR COM OS AMIGOS E LEITORES DESDE JÁ UM FORTE ABRAÇO;

Ana Cavalcantti disse...

Queridíssimooooooooooooooooooooooooo !!!!!!!!!
Eu te respondi lá no MESA...mas quero deixar aqui também !!!!

"Nossa Roberto , que bonito , adoreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiii...fiquei até ...até...até....com " vergonha" rs !!!
É verdade, não vemos e nao tocamos as pessoas e temos carinho por elas através do mundo virtual !
Obrigada também por ter sempre me recebido muito bem em seu blog e estar sempre me visitando também ... "seja com uma palavra amigável ou até mesmo com um bom dia !"
Na minha "MESA" eu vou sempre puxar a cadeira para vc sentar !
Ai me emocionei rs !!!
Beijoooos !!! "