1 de março de 2010

Policial atira em jovem pelas costas em SP AV. SAPOPEMBA, MONTE MAGNUM ZONA/LESTE SÃO PAULO


Estudante de 24 anos está internado em estado grave em um hospital na zona leste da capital. Ele e o irmão estavam em duas motos. Segundo a polícia, jovem não obedeceu a ordem de parar
**********************************************************************************
Novas políticas, mas as mesmas práticas institucionais. A instituição policial nasceu e durante um longo período se manteve pautada por procedimentos e práticas que visavam, unicamente, a defesa do interesse do Estado e de certos grupos sociais privilegiados. Pinheiro (1981) argumenta que nas sociedades modernas a polícia se desenvolveu pautada pelo temor as ameaças de desordem; sendo criada, muito mais, para enfrentar as “classes perigosas”, do que mesmo para combater o crime, controlando as manifestações das classes baixas e desse modo preservando o status quo. Nesse contexto, os interesses dos cidadãos eram deslocados a último plano, sendo constantemente, vítimas de ações repressivas e violentas por parte de policiais despreparados que agiam de forma arbitrária. Shirley (1997, p. 226)
NÃO PODEMOS VIVER SOCIALMENTE EM NOSSO PAIS SEM OS POLICIAIS MILITARES;MAIS PRECISAMOS URGENTE QUE OS NOSSOS DIRIGENTES E OS HOMENS DE COMANDO MODIFIQUEM A FORMAÇÃO DOS PM NÃO ESTAMOS MAIS SOB O REGIME MILITAR. QUEREMOS UMA POLICIA PREPARADA PARA AS NESCESSIDADES DA SOCIEDADE COM MUITA DEMOCRACIA....*******Novas políticas, mas as mesmas práticas institucionais. A instituição policial nasceu e durante um longo período se manteve pautada por procedimentos e práticas que visavam, unicamente, a defesa do interesse do Estado e de certos grupos sociais privilegiados. Pinheiro (1981) argumenta que nas sociedades modernas a polícia se desenvolveu pautada pelo temor as ameaças de desordem; sendo criada, muito mais, para enfrentar as “classes perigosas”, do que mesmo para combater o crime, controlando as manifestações das classes baixas e desse modo preservando o status quo. Nesse contexto, os interesses dos cidadãos eram deslocados a último plano, sendo constantemente, vítimas de ações repressivas e violentas por parte de policiais despreparados que agiam de forma arbitrária. Shirley (1997, p. 226) ********************************************************A POLÍCIA MILITAR TEM UM CURSO MODERNO NA FORMAÇÃO DE PM QUE É GERENCIAMENTO DE CRISE TEM POLICIAIS QUE O QI É PEQUENO COLOCA A VIDA DE TODOS OS CIDADÕES DESARMADOS E INDEFESOS DEVERIAM SER BANIDOS ; QUANTO VALE UMA VIDA???

Um comentário:

ROBERTO BRANDÃO disse...

eu lamento de coração que a policia seja tão violenta pois ela é quem tinha que nós dar segurança , mata, sem pensar quanto vale uma vida???






eu